Migrando SharePoint 2013 entre Farms + RBS – Part 2

Dando continuidade a nossa migração, se começou agora volte para a Parte 1.

Depois de realizado o bkp, mova o mesmo para o novo servidor de dados, pois nele iremos realizar o restore do arquivo.bak.

Antes de começarmos a realizar o restore, podemos iniciar a criação de uma nova aplicação onde iremos dar um attach nossa base de dados. Acho que todos saber criar uma nova WebApp, caso não, segue um link em português que explicar tudo a respeito     ->  Criar nova aplicação.

Com sua aplicação criada vamos restaurar a base de dados, é bem simples.

screenshot.536

Selecione o diretório da arquivo .bak e clica em OK.

screenshot.537.png

Legal a sua base foi restaurada idêntica ao que esta no outro servidor, até os administradores do site collection são os mesmo, caso essa migração seja de ADs distintos, basta mudar esse usuário.

Agora vamos executar apenas dois scripts um que desanexa a base e outra que anexa a nova base, vamos lá.

Executar via PowerShell ISE e execute os comandos a seguir para desanexar a base atual da aplicação e anexar a nova base a aplicação.

Add-PsSnapin Microsoft.SharePoint.PowerShell -ErrorAction SilentlyContinue

#Desanexar Database

$CurrentDatabase = "WSS_Content_Desatachar"
Dismount-SPContentDatabase -Identity $CurrentDatabase -confirm:$false

#Anexar Database

$SiteUrl = "http://gsd:2030/"
$NewDatabase = "WSS_Content_Anexar"
$DatabaseServer = "Instance SQL"
Mount-SPContentDatabase -name $NewDatabase -DatabaseServer $DatabaseServer -WebApplication $SiteUrl -confirm:$false

 

Realizado esse processo execute o IISRESET em todos os servidores da Farm, exceto o de banco de dados.

Pronto migração realizada!!!!

A terceira parte é configurar o RBS  -> Parte 3 -> Configurando RBS em uma Farm SharePoint 2013

Migrando SharePoint 2013 entre Farms + RBS – Part 1

        Neste mês minha a Cia que trabalho rompeu contrato com um fornecedor Americano, porque eles prestavam um serviço péssimo e outro fato é o dólar esta nas alturas, hoje a cotação esta R$ 4,16, mas não iremos falar dessa variação e sim, de como migrar, o SharePoint entre servidores.

            Antes de mais nada tenha a nova farm criada, se atente que as farms tem que ter as mesma versão.

Verificar Versão

Como você pode verificar isso CA -> System Settings -> Manage servers in this farm.

screenshot.532

           Caso não seja a mesma versão terá que ser instalado o service pack de acordo com a farm de origem. As é só instalar um CU (Cumulative Update), essa é parte mais simples, mas já adianto seguindo o passo a passo essa migração é bem tranquila, não como alguns pensam, nossa migrar SharePoint é um parto, siga os passos te garanto sucesso.

           Eu adotei duas estratégia para essa migração, vou descrever a mais fácil, e a gente consegue fazer no quente (onfire) sem ter que parar a farm, a segunda foi usada como contingência caso essa primeira falhasse, caso tenha interesse em saber só me pedir por e-mail que compartilho.

BKP Content Database

          Estando as farms equalizadas, vamos primeiramente baixar o RBS na versão correta do seu SQL Server, faça o download o RBS e deixe ele em stand by, vamos usa ele logo em seguida, no seu servidor de banco de dados vamos realizar um back up das aplicações que pretende migrar, vamos lá, serão os contents database das aplicações, definido quais aplicações irá  migrar , é só ir na base e realizar um BKP na extensão .bak.

screenshot.533

 

screenshot.534

Galera decidi parar por aqui, vou criar uma parte 2, senão fica muito longo e cansativo.

Parte 2

Abrir Modal (Global Navigation / Quick launch)

Este post é  sobre a abertura de um link em uma janela de diálogo do SP (Modal), decidi fazer com que ao clicar no link do início rápido ou barra de navegação abriria a página imediatamente em uma caixa de diálogo. Isso não é possível out-of-the-box, pois o SharePoint não permite  JavaScript nos links da Global Navigation / Quick Launch, por isso criei  uma solução em torno de JQuery / JavaScript.

O que ganhamos com isso é conseguimos abrir página em modal clicando em um link da Home, ou seja você não é redirecionado para outra página. 

A solução proposta é em JQuery, então antes de começão instancie a biblioteca atual, o link segue abaixo:

Downlod JQuery

A bilbioteca deve ser adiciona na master page onde irei também adicionar nossa rotina js.

Selecione a página que deseja abrir, e copie o link.

Na sua master page será adicionado do script abaixo, dever ser editado tudo que esta em negrito!

type="text/javascript">
$(document).ready(function () {
    $("a[href$='staffdir.aspx']").click(function () {
        SP.UI.ModalDialog.showModalDialog({
            url: "http://path/to/staffdir.aspx", title: "Staff Directory", allowMaximize: true, showClose: true, width: 1200, height: 768,
            dialogReturnValueCallback: function (dialogResult, returnValue) { }
        }); return false;
    });
});

 

Vou compartilhar o resultado 🙂 !

screenshot.493

Ao clicar no link GSD Modal, carrega este modal! Legal né, abs!

screenshot.494

Customizar ‘XSL Date Formats’ – SharePoint

Existem varios post com esse tema, mas nenhum de maneira tão assertiva quanto esse, nas pesquisas que fiz não achei nenhum que explicasse o começo, o meio e o fim, então vamos lá.

Cada cliente precisa de um formato de data diferente, uns usam padrão chinês, outros português… O mais importante é atendermos a necessidade do cliente.

Por padrão no SharePoint que este usando LCID 1033 – Ingles dos Estados Unidos, vai te retorna dd/MM/yyyy, convém salientar que vai depender um pouco do tipo da coluna que foi criada.

Veja a lista que criei abaixo:

screenshot.337

Agora vamos customizar essa data num formato mais amigável para gente.

<xsl:value-of select="ddwrt:FormatDate(string($thisNode/@*[name()=current()/@Name]),2057,3)"/>

Feito isso veja o resultado.

screenshot.338

Isso depois de eu customizar usando XSLT. O que será alterado será a Locale e Format.

Na imagem abaixo usei a locale 1046 que é a português-Brasil e o format 7, fique tranquilo criei uma tabela de locale e format para ajudar você.

screenshot.340

Vamos ao que interessa que são as locale e format veja a tabela, deve te ajudar! Criei dos que mais uso, mas no link  a seguir você poderá consultar todas as locale Locale ID.

Output Locale Format
3/23/2009 1033 1
3/23/2009 12:00 AM 1033 2
Monday, March 23 2009 1033 3
12:00 AM 1033 4
Monday, March 23, 2009 12:00 AM 1033 7
3/23/2009 12:00:00 AM 1033 13
Monday, March 23, 2009 12:00:00 AM 1033 15
23/03/2009 2057 1
3/23/2009 12:00 AM 2057 2
23 March 2009 2057 3
00:00 2057 4
23/03/2009 00:00 2057 5
23 March 2009 00:00 2057 7
00:00:00 2057 12
23/03/2009 00:00 2057 13
23 March 2009 00:00:00 2057 15

Bons projetos. 🙂

Recursos do Sharepoint 2016 – Exam 70-339

No mês passado realizei o exame de 70-339 que é referente ao Gerenciamento SharePoint 2016 para alguns esse artigo deve conter poucas novidades, visto que daqui alguns meses será lançado o  Microsoft SharePoint 2019,  então para quem esta estudando para o exame creio que post irá ajudar 40%, pois os recursos abaixo são cobrados nesta provinha.

Recursos do SharePoint 2016 – Vou falar de os recursos consideráveis do SharePoint 2016, podem haver outros, mas esses foram os que entraram no meu escopo de estudo:

  1. Durables links 
    Como o próprio nome diz, são links duráveis pelo seguinte fato, se você enviar o link de um documento para alguém e o nome ou local do arquivo for alterado, o link ainda funcionará corretamente graças aos “Durables Links“. Para usar esta feature, o WOPI (Web Application Open Interface) precisa estar conectado ao Office Web Apps 2013. Essencialmente, quando um usuário seleciona um link para um determinado documento, o “SharePoint Server 2016” pesquisa o arquivo com o ID. Esses “Links Duráveis” permitirá que os documentos sejam realocados e renomeados sem afetar a confiabilidade da URL vinculada ao documento.
  2. Zero Downtime patching 
    Isso mesmo galera “Tempo de inatividade zero” o SharePoint 2016 permite que os administradores apliquem patches e atualizações cumulativas sem ficar offline. Ele distribui a carga em partes menores e, em seguida, instala partes específicas. Por causa disso, que aplicar um patch completo é muito mais fácil e significa que você terá uma implantação com tempo de inatividade zero.
  3. Fast Site creation 
    Com a ajuda de templates, a criação de Sites Collections agora leva apenas alguns segundos. Os modelos fornecidos pelo 2016 funcionam no mesmo nível que o SQL Server, reduzindo as round trips entre o SharePoint e os SQL Servers. Esta configuração é PowerShell, na prova pergunta isso 😊
  4. Video e image preview
    O SharePoint Server 2016 permite que você visualize imagens e vídeos antes de publicá-los na Document Library..
  5. Increased file size for uploads 
    No SharePoint 2016 você vá além do limite de arquivo anterior de 2 GB. Você pode configurar o limite máximo de tamanho de arquivo preferido em uma Application, simples assim na CA do SharePoint.
  6. Redirection  OneDrive 
    O principal motivo do redirecionamento do OneDrive é levar os usuários a um único local, ajudando-os a acessar e modificar seus arquivos, independentemente de sua localização. Ele permite que você redirecione facilmente seu host de My Sites local para o SharePoint Online OneDrive for Business.
  7. Sites Hybrids 
    Se você tiver sites no  SP on-line e SP on-premise, será necessário que os usuários os encontrem em um único local centralizado.Com a ajuda desse novo assistente de sites híbridos, você pode configurar um servidor para unir recursos de ambos os ambientes. Um usuário pode seguir tanto o local quanto o Office 365 para vê-los em um só lugar no aplicativo “Sites” no iniciador de aplicativos.
  8. Hybrid Cloud Search 
    Exato recurso hibrido de busca e tem nome “Next Generation Hybrid Search“. Ele oferece aos usuários uma experiência de pesquisa unificada no SharePoint on-premise e no SharePoint Online . A “Next Generation Hybrid Search” permite indexar todo o seu conteúdo, fornecendo um conjunto de resultados com classificações de relevância de pesquisa combinadas, até mesmo otimizando muito a busca neste ambiente hibrido.

PS.: Os pontos acima caem-no exame então se você esta estudando espero ter ajudado a elucidar alguns recursos, bom estudos!

BreadCrumb SharePoint para List e Library

A dica de hoje pode salvar muita gente, assim espero, e vai ser muito fácil de ser implementada, criei um script que renderiza um breadcrumb, totalmente customizado, sem usar qualquer PlaceHolder :).

Vamos lá, no meu cenário criei uma página e adicionei minha Library nela, apliquei a view desejada.

Agora vem a implementação do nosso breadcrumb.

  1. Vá até a página criada ou na sua Library.
  2. Edit a página, ao entrar no modo de edição  adicione um  script editor. 
  3. No script editor, você vai adicionar ao se  script editor este script BreadcrumbGSD
  4. Agora é só Salvar!

screenshot.328

A imagem acima é o resultado final do nosso breadcrumb.

Fiquem a vontade para custmizar o CSS é bem simples. (y)

Simples demais né, resolveu meu problema e estou usando essa solução em projetos adicionais.

Até…

 

Dica: SharePoint 2013 e 2016, Mudar texto Suite Bar (Branding)

Desde a versão 2013 do SharePoint, a ferramenta tem vindo com aquele teste de branding ou texto “SharePoint” que fica no canto superior esquerdo da página, mas desde de já afirmo que podemos mudar esses texto, só deve se atentar na versão do SharePoint, pois a dica de hoje será para as duas versões em questão e o script de edição muda.

screenshot.254

Antes: SharePoint 2013

 

screenshot.253

Antes: SharePoint 2016

Estou considerando que você conheça e já tenha usado o PowerShell, então vamos abrir o PowerShell e rodar o primeiro primeiro script:

$webApp = Get-SPWebApplication http://gsd
$webApp.SuiteBarBrandingElementHtml = "GSD BLOG" 
$webApp.Update()

 

screenshot.256

Depois: SharePoint 2013

 

Feito, agora vamos fazer a edição do SP 2016 :), nesta versão temos a opção de mudar o logo e o texto, o script a seguir apenas edita o texto, mas irei aproveitar e adicionar o de edição para o logo também… Por nada galera 😛

$webapp = Get-SPWebApplication "http://gsdelfino"
$webapp.SuiteNavBrandingText = "GSD BLOG"
$webapp.SuiteNavBrandingLogoUrl = "http://gsdelfino/Shared%20Documents/blogger-32.png"  
$webapp.SuiteNavBrandingLogoTitle ="Novo Logo"  
$webapp.SuiteNavBrandingLogoNavigationUrl = "http://gsdelfino"
$webapp.Update()

 

screenshot.255

Depois: SharePoint 2016

Caso alguém precise de mais detalhes linha à linha de qualquer script pode me manda e-mail ou deixa nos comentários ai.

Enjoy!